quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O Suicídio

O suportar, por mais que possa não parecer, tem um limite como tudo na vida tem.
O que na verdade está se querendo eliminar, quando no extremo do suicídio se chega a pensar ou em uma atitude mais desesperada concluí-se o ato?
O objetivo pode não ser a morte carnal e sim se livrar do desespero que sufoca o ser que não tem como de suas amarras se libertar e então se deixa cegar e um fim dá ao que não tem mais como administrar.
É um feito misto de coragem e covardia, um conflito entre o acumulo e a falta de sentimentos que resulta em desistir de ser e um fim querer buscar.
O suicidar é o aflito desejo por solucionar o que não se consegue enfrentar e em uma alucinada tentativa de alcançar alívio dar-se fim a única chance real que há de permanecer na trilha do buscar.

O importante pode não ser conseguir tudo resolver, mas nunca deixar de tentar.
O suicídio acaba com o ser e não com suas limitações de viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário