sexta-feira, 19 de julho de 2013

Incompleto...


Procuro, procuro, por vezes até acho, mas perco em seguida.

Angustia me dá, mas não desisto.

Ó coisa complicada essa de viver, uma vírgula muda tudo e transforma o que era nada em uma infinidade de opções. E o ponto então? Que dá a ilusória sensação de estar tudo resolvido, quando na verdade é apenas o impulso para uma nova etapa.

Não pensou que fosse fácil o pobre ser que ousou, simplesmente, viver e nada mais. Mas nem de longe poderia imaginar que para atravessar o caminho, que vai do abrir os olhos pela primeira vez, ao fechá-los definitivamente, pudesse ser tão cristalinamente complexo. Isso é: Porque ele queria passar pela vida, vivendo, e não somente cumprir o prazo. Ai dá trabalho!

Mas que coisa difícil!

Mas o ser persiste, e entre vírgulas e pontos, vai driblando os percalços e trilhando o caminho que se apresenta a cada instante que tem a dádiva de estar vivo e vivendo...

Mas sempre estará incompleto, porque tudo sempre é nada no contexto da totalidade.

6 comentários:

  1. Amiga querida.
    Que lindo.
    Parabéns tbm pelo livro. Te desejo muitas alegrias e realizações.
    Não poderia deixar de dizer que você me surpreende a cada dia.
    Um enorme beijo.
    Cleni

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Cleni
      Obrigada!
      Muito bom ter sua amizade!
      Bjs

      Excluir
  2. Só se completa partes e assim segue, buscando outras.

    Beijo e linda vida!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Oi querida!
      Salve, salve a bela angustia!!

      Excluir